A internet é uma boa forma de passar o tempo mas não é a única forma de passar a vida

1.4.10

Um Whisky com história



Estávamos na década de oitenta. Depois de uma ida à Póvoa a camioneta estava pejada de gente, alguns emigrantes que se deslocavam a casa de familiares na capital para uma visita de saudade

Era já de noite. Muitos dormitavam enquanto eu olhava através da janela vendo as luzes da cidade. As minhas filhas de tenra idade, também dormiam.

Passava a camioneta na zona do Estádio de Alvalade onde, no palco montado no seu interior, atuava o cantor brasileiro Roberto Carlos (foi este cantor que inaugurou os espectáculos musicais neste estádio em junho de 1981), quando, por qualquer motivo, o motorista teve que fazer uma travagem mais brusca.

Algo rolou e bateu nos meus sapatos. Baixei-me e verifiquei que se tratava de uma garrafa de Whisky de 12 anos. Peguei nela e perguntei em voz alta se alguém tinha perdido alguma coisa. O silêncio foi a resposta. Coloquei a garrafa no local onde se costuma ter os jornais e revistas sempre aguardando que dessem falta dela e assim estaria à mão para a entregar.

Viagem terminada e ninguém reclamou. Ali ficou a minha promessa de que aquela garrafa só seria aberta quando um dos meus filhos casasse. Foi aberta este sábado, dia 27-03-2010, vinte e tal anos depois, no casamento da minha filha... E ainda estava uma verdadeira “pomada”.

6 comentários:

Leão Verde disse...

Olá mano,
e eu confirmo que ainda estava uma boa "pomada". Convocaste para a mesa os bons apreciadores, e não só, contaste a história tal como a descreves e depois foi só ver o liquido a ser "transferido" :)) de um bocal [o da garrafa] para outros bocais [os das gargantas]:)).
Penso que ainda ficou um "niquinho" para recordação futura desse momento.
Um abração

Vladimir disse...

Mais uma testemunha da qualidade da pomada e de um dia tão especial.
Um abraço grande Mário.
Vladimir

Anónimo disse...

E eu?

Que pena que eu tive de não poder beber um pouco dessa pomada....

Um abraço Sónia

João trindade

marius70 disse...

Para os meus familiares que se deslocaram para o evento, para os familiares do noivo e para os todos os amigos do casal que estiveram presentes o meu muito Obrigado.

Foi uma festa linda, participada, e fica para o sempre enquanto a memória viver.

Bem-hajam por tudo!

Laura disse...

Oh, cheguei tarde mas, cheguei! e faço de conta que bebi um golito que ficou lá quase no fundo... Bem se diz que; guardado está o bocado para quem o há-de beber e não comer, neste caso.

Tchim Tchim, felicidade aos noivos e que a vida lhes sorria.
bela forma de teres uma dessas preciosidades e da forma insólita que foi! Quer-me parecer que o dono da garrafa sofria de surdez profunda e!...

Aquele apertadinho abraço para todos, da garota de S. Paulo.

Anónimo disse...

Tudo de bom para eles,sejam felizes,um abraço, Martinho.